Ciclos

Há cerca de 4 anos atrás, de forma despretensiosa, surgiu um barulho, ritmado em pagode, nos cantos de Sete Lagoas, que algum tempo depois, levou o nome de Te Envolver. No início, esses meninos tocavam de brincadeira, aos poucos, ofereciam a música das festas em troca de umas cervejas. No meu aniversário (como cachê tiveram um open bar) eu vi uma banda melhor que muitas por aí. Enxerguei ali uma possibilidade de fazer história.

Fizemos. Desde que me envolvi (com o perdão do trocadilho) com esses meninos, nós fizemos muita história. Construímos, pouco a pouco, um digno trabalho de entretenimento. Era lindo ver que a bagunça que eles faziam no palco, se divertindo, animava tanta gente. De dez a mais de mil pessoas.

Eu vi de perto como eles amavam (e amam) ser Te Envolver. A ponto de abrir mão de muita, mas muita, coisa pra estarem em um palco, abrindo as portas pra frustração e pras críticas. Nenhuma delas nunca fez com que eles abaixassem a cabeça, pelo contrário. Não foi por falta de coragem e nem dedicação. Sem dúvidas, nós (agora me incluo) falhamos várias vezes. Poderíamos ter feito melhor. Mas cada passo que demos foi fundamental e ouso dizer até que não poderia ter sido diferente.

Aprendemos a lidar com as diferenças. A não abaixar a cabeça com a desvalorização do mercado. A enfrentar, milhares de coisas e pessoas pela estrada. A deixar algumas questões pessoais de lado para que pudéssemos trabalhar juntos e fazer o nosso melhor. Estar com o Te Envolver, e fazer desse nome conhecido em um estado, foi um grande aprendizado pra mim. Aprendi tanto que só sei olhar pra trás e agradecer por não ter desanimado, por nenhuma circunstância.

Hoje eu aprendo também que desistir faz parte da nossa vida. A hora de “deixar ir”, por mais que aperte o coração, também é importante. Por isso, o Grupo Te Envolver chegou ao fim. Agradeço à todos que encontrei e pude reencontrar nessa etapa: contratantes que viraram grandes parceiros, amigos que aproveitavam comigo os shows e toda equipe que passou pelo grupo.

Aos meus meninos, que tanto me estressaram (era difícil ser uma voz feminina no meio deles), torço muito por cada um de vocês. A amizade e cumplicidade que construímos vai para além do profissional e vocês sabem disso.

Uma foto velha pra gente lembrar de carregar no coração tudo que fomos desde o início!

Esse post foi publicado em Blog, Publicidade e Eventos. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s