Não fazer pela metade o que se pode fazer por inteiro

Quando a gente se dispõe a fazer ou resolver algo, no trabalho, em casa, na faculdade, na vida, acredito que a gente tem que resolver. Se for pra deixar pela metade, qualquer um pega e “resolve”. Cabe a gente querer ser qualquer um ou ser quem resolve.  Eu vejo a preguiça como a grande vilã nessa história. Você começa, se aparece alguma dificuldade no meio do caminho, a primeira opção, ao invés de tentar aprender como solucionar, é desistir. Por que você não continua? A cada momento que você desistiu, se tivesse insistido, o que teria aprendido ou conquistado?

Deixo a minha reflexão pra mim e pra quem servir. Uma ótima “segunda” pra todos, com pensamento de que nós temos e podemos ser gente que faz acontecer. Amanhã é um outro dia de fazer. Emfrente.

Esse post foi publicado em Blog, Pense Nisso. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s